|    home
  Bem-vindo!

Busca artigos por palavra chave




21/01/2011
 

Decoração

Construtora de sonhos

Foto: Divulgação

Ao longo de 25 anos de carreira, Brunete Fraccaroli executou mais de 600 projetos de interiores e de arquitetura, seu nome é também referência em objetos de design. Exemplo da mulher atual, é antenada, persistente e dedicada. Sabe conciliar e fazer render seu tempo para suportar o dia-a-dia agitado com delicadeza, tranqüilidade e destreza. A arquiteta e empresária é divorciada, tem uma filha (Juliana) de 24 anos e nas horas vagas joga golfe, faz mergulho submarino e dança tango. Atribui todo o seu dinamismo ao signo: touro, com ascendente em peixes. Como se não bastasse ser graduada pelo Mackenzie em Arquitetura e Administração de Empresas, estudou Arquitetura Hospitalar em Baltimore e defendeu tese no Centro de Pesquisa de Medicina Nuclear em Washington. Depois de um dia bastante agitado, foi pronta para dar esta entrevista ao site Divina Proporção.


Divina Proporção – Você participou da Casa Cor Trio 2010?
Brunete Fraccaroli – Não. Já estava comprometida em fazer uma creche para 200 crianças, no bairro do Sumaré, em São Paulo. Preferi, então, me dedicar à segunda Casa Cor de Punta Del Leste. Estou escolhendo o ambiente, que ficará pronto em dezembro deste ano.

Divina Proporção – Há quanto tempo trabalha com arquitetura?
Brunete Fraccaroli – Há 25 anos. Estagiei com o Ruy Ohtake, e me orgulho de ter trabalhado com o Burle Marx e o Oscar Niemeyer. Foi uma experiência única que abriu meus olhos e mudou minha vida porque percebi que gostava muito de interiores.

Divina Proporção – Em quantos projetos já trabalhou?
Brunete Fraccaroli – Já executei mais de 600. Atualmente, meu escritório detém 50 projetos de interiores e de arquitetura, e um deles é em Angola.

Divina Proporção – Qual o segredo do sucesso?
Brunete Fraccaroli – Acho que é ser perseverante e autêntica.

Divina Proporção – Mais do que dinheiro, você conquistou credibilidade. O que satisfaz a profissional Brunete?
Brunete Fraccaroli – Ver um trabalho concluído, mas estou em constante busca de realizações. Acho que sempre tenho algo a acrescentar e a desenvolver, nunca fico satisfeita por inteiro.

Divina Proporção – Você também desenvolve objetos?
Brunete Fraccaroli – Faço uma linha utilitária para a Sheffield Plate ou Galeria das Pratas. É uma empresa portuguesa fabricante de prata de lei no Brasil, e eu criei para ela baldes, bandejas, garrafas térmicas. Esta história começou há anos atrás quando percebi que no mercado nacional não existiam castiçais adequados. Fui procurar a empresa e hoje a cada seis meses faço uma nova linha de produtos. Os mais recentes são porta-retratos, castiçais, bowls com fitas de seda. Desenho, também, jóias femininas para R. Wannier, uma antiga joalheria nacional. As peças são desmontáveis e versáteis, bem a cara da mulher atual. Para a Tramontina estou desenvolvendo interruptores e os metais da linha Zen. Com uma assinatura, os produtos ficam mais elegantes e usáveis é por isso que o custo-benefício do design vale à pena.

Divina Proporção – Como anda o design no Brasil?
Brunete Fraccaroli – Up to date. Os brasileiros sempre foram muito criativos. Por exemplo, na música o que os outros povos fazem com uma orquestra, nós usamos um violãozinho e resolvemos o assunto. Nosso design está cada vez mais bacana.Todos os dias as pessoas veem nossos talentos. O mundo se voltou para nós desde que conheceu os irmãos Campana. Também gosto muito do Isay Weinfeld e do Ruy Ohtake, mas temos muitos outros talentos.

Divina Proporção – Quando o assunto é interiores, quem você admira?
Brunete Fraccaroli – A francesa Andréa Putman. Ela é a guru da moda, da arquitetura e de interiores. Faz hotéis simples e atuais. É o máximo!

Divina Proporção – Qual é sua referência na arquitetura?
Brunete Fraccaroli – Oscar Niemeyer. Ele abriu caminho para todos os brasileiros.

Divina Proporção – Você tem algum projeto que marcou sua carreira?
Brunete Fraccaroli – O projeto da Deca para a Casa Cor de 99. Todo feito em vidro, ele mudou minha postura profissional porque comecei a mexer com um material que não conhecia. Vivenciei um novo mundo.

Divina Proporção – Quanto seu escritório fatura por ano e onde pretende chegar?
Brunete Fraccaroli – Não tenho a menor ideia, mas pretendo ser milionária.

Divina Proporção – Para ter um projeto assinado por Brunete Fraccaroli, qual o mínimo de dinheiro que se deve ter em mente?
Brunete Fraccaroli – Cinco milhões de dólares ou nada. Preço é muito relativo.
 
Divina Proporção – Já recusou algum cliente ou trabalho? Por quê?
Brunete Fraccaroli – Muitos. Se eu não me sinto capacitada para certos projetos, ou se eu não concordo com o que tenho que fazer, ou mesmo se acho que o projeto não vai dar certo, prefiro abrir mão.

Divina Proporção – Para onde caminha a humanidade, quando o assunto é arquitetura?
Brunete Fraccaroli – Para a tecnologia, a nanotecnologia e a sustentabilidade. Senão pensarmos assim daqui uns anos não teremos planeta.

Divina Proporção – Quais são as tendências brasileiras em interiores e arquitetura?
Brunete Fraccaroli – A tendência do brasileiro é sempre buscar o autêntico. No passado desprezávamos o artesanato e as fibras naturais, agora estamos voltados para a sustentabilidade e usando tudo isso.

Divina Proporção – Quais as novidades que despontam nos interiores e na arquitetura nacionais que os seus olhos já perceberam?
Brunete Fraccaroli – Mil novidades. Temos um mercado aberto, e somos uma vitrine. Isso faz com que façamos parte do primeiro mundo. Não copiamos mais nada e temos profissionais capazes de criar. As indústrias estão apostando muito nessas pessoas.

Divina Proporção – O que ainda falta no mercado nacional?
Brunete Fraccaroli – Falta competitividade. Quando se tem alguém que lidera o mercado, ele se acomoda e parece um cartel. É preciso mudar isso.

Divina Proporção – Para você desenvolver seu trabalho é preciso muita pesquisa. Como ela é feita?
Brunete Fraccaroli – Primeiramente, viajo bastante. Vejo as tendências no mundo todo. Estou sempre antenada e minha pesquisa é diária. Do momento que saio de casa, me ligo no que está acontecendo. Todo dia tem um produto novo, uma vitrine, uma cor em destaque...

Divina Proporção – Como você define criatividade, já que esta característica está em seu trabalho?
Brunete Fraccaroli – Criatividade vem de dentro, não dá para segurar. Mesmo quando se é uma dona de casa para fazer um simples bolo é preciso ter criatividade. Ela surge de alguma vivência e faz a diferença. No meu caso, percebo que a criatividade apareceu na infância e quando cresci tudo floresceu, e fiquei seletiva.

Divina Proporção – Com tantas oportunidades vividas, é difícil contentar a Brunete?
Brunete Fraccaroli – Não. Basta um bom livro, um cantinho e um copo de água Perrier.

Divina Proporção – O que um funcionário deve ter para ganhar sua confiança?
Brunete Fraccaroli – Ele deve ter respeito, fidelidade e qualidades profissionais.

Divina Proporção – Como é a Brunete aos olhos da Brunete?
Brunete Fraccaroli – Sou meiga, exigente, organizada, apaixonada pela vida, pelo que faço, pela minha filha. Amo jogar golfe, fazer mergulho submarino e dançar tango. Vivo intensamente. Afinal, sou touro com ascendente em peixes.

 


Publicado por: Divina Proporção
versão para impressão    Envie esta matéria para amigos!

Publicidade
 
© 2015 Divina Proporção, Todos os Direitos Reservados | webmaster
desenvolvido por: Siglobal