|    home
  Bem-vindo!

Busca artigos por palavra chave




04/03/2011
 

Comportamento

 

Exemplo de mulher

 

Cristiana Arcangeli é pioneira em muitas ideias. Exemplo de mulher e empresária bem-sucedida, nesta entrevista (especial para o Dia Internacional da Mulher), ela faz uma retrospectiva de sua carreira e suas majestosas empreitadas. Além de dar uma lição de empreendedorismo.

 

Foto: Divulgação

Cristiana Arcangeli: exemplo de pioneirismo

 

 

Cristiana Arcangeli é aquele tipo de pessoa de quem se pode dizer que está à frente de seu tempo. Ela atende a ligação toda à vontade e sorridente, e vai logo dizendo que tem orgulho de ser empresária. “Este é o meu negócio”. Pudera, em sua trajetória profissional de mais de 20 anos, tudo em que tocou virou dinheiro. Seu próximo desafio é faturar R$ 30 milhões no ano com uma nova linha de aliméticos beauty’in®. A marca chega ao mercado em grande estilo e acaba de patrocinar a revitalização dos vídeos do Phytoervas Fashion.

 

A beauty’in® é composta por dois produtos: beautycandy® e  beautydrink®.  O primeiro são balas à base de colágeno hidrolisado. Por apresentar zero açúcar, podem ser consumidas no intervalo das refeições.  A bebida é acrescida de vitaminas, minerais e extratos de frutas orgânicas. Tem como função complementar a ingestão de vitaminas e minerais que possam se apresentar em deficiência na dieta.

 

 

Cristiana ama desafios, além do que possui espírito vanguardista. Foi ele o responsável por fazê-la deixar de lado a carreira de dentista logo depois do nascimento da primeira filha, Bianca. Bom para todos nós. Afinal, o cenário fashion brasileiro nunca mais foi o mesmo. Entre outras inovações, grandes lançamentos internacionais foram integrados nas áreas de cosméticos e da moda. “Até, então, a moda brasileira inexistia. Glamour? Nem se falava nisto. Estilista era chamado de costureiro”, lembra sem qualquer vestígio de saudade. “Esta história começou a mudar com muito trabalho, paixão e determinação”, prossegue.

 

 

Em 1986, iniciou a pesquisa e a criação de um novo conceito de produto de beleza. O resultado culminou na marca Phytoervas que continha ingredientes naturais para os tratamentos do corpo e dos cabelos. “Foi a primeira empresa nacional a não usar animais em suas pesquisas e a produzir xampu sem sal. A partir daí o mercado de matérias-primas naturais se abriu com perspectiva real de negócios”, diz.

Em 1994, mais uma jogada de mestra, o Phytoervas Fashion. O evento criado pela empresária revolucionou as passarelas do País e projetou mais de 60 jovens estilistas. Entre eles: Alexandre Herchcovitch, Fause Haten, Walter Rodrigues, Marcelo Sommer e Vera Arruda. Transmitido ao vivo pela MTV para todo o Brasil, teve sete edições com recorde de público.

“Nunca fiz nada sozinha”, justifica-se.  A empresária revela que naquela época tinha várias pessoas que estão ao seu lado até hoje e que também são responsáveis por seu sucesso. O nome mais relevante para ela é o de Carlos Paveto. “Antes dele, o evento atingia apenas três mil pessoas. Depois, o Phytoervas Fashion simplesmente explodiu e alcançou mais de 20 mil pessoas”, conta satisfeita.

Sucesso reconhecido

No início dos anos 90, a empresária trouxe para o Brasil os produtos Clarins, uma das primeiras marcas internacionais a aportar por aqui. Em seguida, criou a PH Arcangeli, que se tornou a importadora oficial de fragrâncias, cosméticos e maquiagens de marcas consagradas como Bvlgari, Chanel, Clinique, Emanuel Ungaro, Salvatore Ferragamo, Sonia Rykiel, Donna Karan, Aramis e Tommy Hilfiger.

Paralelamente, e com fôlego de leoa, Cristiana deu andamento a outros projetos. Inaugurou, em 1992, a rede Phytá Cosméticos, com sete lojas no Brasil em São Paulo, Belo Horizonte e Ribeirão Preto (interior paulista), além do Service Center Clinique, no Shopping Iguatemi, em São Paulo. Em 2007, as lojas foram vendidas.

O mercado de produtos importados cresceu como ela previa, e a PH Arcangeli se tornou uma das maiores importadoras e distribuidoras do Brasil. As atividades da empresa foram encerradas em 2008.

As relevantes contribuições de Cristiana à indústria cosmética brasileira foram reconhecidas. Por isso, ganhou vários prêmios. Em 1997, por exemplo, a Phytoervas recebeu o prêmio Atualidade Cosmética nas categorias Melhor Embalagem, por sua linha de xampus, e Melhor Stand, pelo trabalho realizado na Feira Cosmética em 96 e 97.

No ano seguinte, a PH Arcangeli ganhou em mais duas categorias: Perfumaria Prestígio Internacional, para a versão feminina do perfume 212, de Carolina Herrera, e o Prêmio Atualidade Cosmética Destaque 98, pelo reconhecimento setorial diante da figura de Cristiana.

Em 2002, mais um ganho. A empresária conquistou o Prêmio Atualidade Cosmética na categoria Perfumaria Prestígio Internacional Masculina – A Escolha do Consumidor com BLV pour Homme de Bvlgari.

Outra premiação importante foi o Prix Veuve Clicquot de La Femme D´Affaires 98, destinado à personalidade feminina que melhor combina características básicas para o sucesso empresarial, como dinamismo, audácia, senso estratégico e grau de liderança que exerce em seu meio.

“Recebo quase todos os primeiros prêmios brasileiros quando alguma categoria é lançada. Acredito que existem poucas mulheres empresárias no Brasil e por isso me destaco”, tenta explicar com modéstia. Segundo ela, o outro lado da moeda é a responsabilidade que cresce assustadoramente após o recebimento de um prêmio. “As pessoas me olham como formadora de opinião e é preciso que eu esteja de acordo”.

Além de todos esses prêmios, em 2006, ela foi empossada acadêmica na cadeira de nº 21 na Academia Brasileira de Marketing. “Achei chique”, ri prazerosamente. Segundo conta, o marketing era visto como algo escuso. A ABM, num primeiro momento, tinha como objetivo mudar essa imagem. “Hoje, o que a academia pretende é disseminar o conceito de marketing como fazer dar certo. Por isso, reúne uma vez por semana pessoas, como Cristiana, de todas as áreas.

 

Para acertar no marketing, ela dá a receita. “Em primeiro lugar é preciso ter uma boa ideia, que deve ser inovadora e o terceiro ponto é fazer a diferença. Ganhar dinheiro é apenas conseqüência. O objetivo principal do produto é divulgar uma nova filosofia e passar credibilidade.” Para a empresária um exemplo de marketing é a Madona (a terceira celebridade mais rica do mundo). “Ela está sempre um passo à frente. Por isso, faz tanto sucesso”.

 

Comunicação ativa

Ainda nos anos 90, mais precisamente em 1996, a empresária foi convidada pela direção da rádio Eldorado para dar informações nas áreas de moda, beleza, saúde, fitness e qualidade de vida. Nascia o Rádio Fashion que ficou no ar, mais de oito anos.

Atualmente, ela  apresenta dois boletins diários na Rádio Alpha FM, que podem ser ouvidos também no site. Além disso, assina colunas periodicamente nas revistas Vogue, Boa Forma, Bobstore, Men’s Health e Viva São Paulo. Além do  jornal A Crítica, de Manaus.

 

Em 2000, Cristiana foi chamada pela Editora Senac-SP para escrever um livro sobre saúde e beleza. Lançado em 2001, Beleza para a Vida Inteira é um grande sucesso, além de ser uma das principais referências para a mulher brasileira. Em 2007, foi a vez de colocar no mercado Como Viver Mais e Melhor - Só para Eles, pela editora Nacional. A publicação se destina à saúde e à qualidade de vida do homem. “Por incrível que pareça, este livro vende mais que o das mulheres”, diz.

Para a empresária, escrever é um grande prazer. “É uma delícia materializar o que se pensa. Tenho uma ghost writer e deixo esse trabalho nas mãos da jornalista Carla Lerner”, revela. Cristiana, ainda, tem participação no livro Como Fazer uma Empresa Dar Certo num País Incerto.

Em 2003, a empresária entrou para a TV com o Programa Manual, uma revista eletrônica pioneira no segmento de moda, saúde e beleza. E, para congregar tudo isso, foi criada a Phábrica Comunicação e Multimídia, mais uma empresa de Cristiana Arcangeli, que pretende faturar muito, considerando-se palestras, programas de rádio e TV, sites, etc.

 

Dia-a-dia

Cristiana é fluente em cinco idiomas, e é uma das empresárias brasileiras mais conhecidas no exterior. Sua presença confirma que seus ensinamentos realmente funcionam e que é possível, sim, conciliar trabalho com esportes e exercícios físicos praticados diariamente.

Seu dia começa bem cedo. Acorda às 6h e não deixa de fazer uma hora e meia de musculação, ginástica e boxe. “Tudo em casa. São Paulo tem muito trânsito”, explica. Possui dois personals trainers Marcelo Pinheiro e Cebola. “Depois do banho, faço a gravação do programa de rádio e vejo meus e-mails”. Às 11h vai para o escritório. “Meu dia é repleto de reuniões. Só paro lá pelas oito da noite”.

Apesar dos muitos compromissos, ela sai muito pouco à noite. “Quando chego em casa, gosto de descansar e da companhia das minhas filhas”. Cristiana tem duas moças, Bianca de 25 anos e Isabella de 11.

Às quartas e quintas-feiras prefere jantar fora e escolhe algum bom restaurante japonês. “Depois pego um cineminha”. Já foi casada duas vezes e hoje prefere dizer que mora com o namorado Álvaro Garnero. Que tal?

A única coisa que não sabe responder é se ainda resta algum sonho não realizado, mas quando o assunto é idade, ela é taxativa: “Não digo”.  Por tudo que Cristiana já viveu e realizou no mundo empresarial alguém arrisca um palpite? Talvez seja bicentenária, mas certamente é um exemplo de mulher à frente de seu tempo.

 

 


Publicado por: Divina Proporção
versão para impressão    Envie esta matéria para amigos!

Publicidade
 
© 2015 Divina Proporção, Todos os Direitos Reservados | webmaster
desenvolvido por: Siglobal