|    home
  Bem-vindo!

Busca artigos por palavra chave




20/06/2011
 

Beleza

Diga não à queda dos cabelos

Se você está assustada com a quantidade de fios de cabelos espalhados pela casa, saiba que até certo ponto isto é normal. Mas vale seguir as recomendações dos especialistasEdilson Reis Menezes e Patrícia Maciel.

Imagens:  Divulgação

Produtos Vita Force da Acqua Nature

Assim como as folhas das árvores, os cabelos também caem no outono. Como se não bastasse à ação da própria natureza, os dias frios são um convite e tanto para banhos quentes e também pedem o uso do secador. Afora isto, a alimentação é mais gordurosa e calórica. Hábitos corriqueiros no outono e no inverno acabam agredindo de maneira intensa a saúde dos cabelos levando-os a quebras e quedas excessivas.

Segundo Edilson Reis Menezes, cabeleireiro e sócio da Acqua Nature, o ideal é manter uma manutenção semanal para fortalecer e manter os fios saudáveis e brilhantes. “Para isso, é necessário que as mulheres lavem os cabelos pelo menos três vezes por semana. Já os homens devem fazê-lo diariamente”, diz.

Outra dica é preferir o uso do xampu sem sal que tira o excesso de oleosidade. A escova ajuda bastante porque massageia os fios. “Para fortalecer os cabelos, o mais indicado é o kit Vita Force, como o próprio nome diz são produtos que  fortalecem a fibra capilar. Aliados a dose única do Vita Force Treatment é possível potencializar ainda mais o tratamento, diminuindo a queda”, garante Edilson.

“Eu também indico o Leave-in Shapad Cream Conditioner que têm substâncias hidratantes que facilitam a escovação e formam uma película protetora dos cabelos que só sairá com a próxima lavagem”.

Segundo ele, para cabelos muito fracos, a indicação é o Vita Force Thermo Active. “Trata-se de um reconstrutor  de última geração que fortalece, reconstrói e dá um brilho excepcional aos fios”, acrescenta. 

Além de cabeleireiros, a Acqua Nature dispõe de químicos e farmacêuticos completamente engajados no desenvolvimento e aprimoramento dos produtos. “Nosso objetivo é fazer com que os itens capilares assinados pela nossa empresa superem a formulação dos produtos top de linha, similares e importados encontrados no mercado”, diz.

Água quente

Além da utilização de produtos certos, Patrícia Maciel, terapeuta capilar e fundadora do Núcleo Capilar que leva seu nome. Também dá algumas dicas para minimizar o problema da queda excessiva das madeixas e deixá-las belas por mais tempo.

Nesta época do ano, mesmo que involuntariamente, a água do chuveiro é utilizada mais quente. Segundo Patrícia, apesar da sensação de aconchego, o calor potencializa o cloro, e prejudica os fios. Além disso, provoca o efeito rebote. O óleo, ao ser tirado bruscamente, se reproduz ainda mais. É que as glândulas sebáceas aceleram sua produção. “Também os alimentos mais calóricos que ingerimos no inverno aumentam a produção sebácea e formam mais óleo no couro cabeludo, inibindo a oxigenação e obstruindo o poro piloso”, conta.

A água quente potencializa a ação dos metais existentes nas tubulações. O resultado é o aumento da oleosidade e a proliferação de fungos demodex – o que favorece o ressecamento, a queda dos cabelos, a caspa e a seborréia. Portanto, o ideal é utilizar água morna a 20°C.

Poluição, bonés e toucas

Nos grandes centros urbanos a poluição é a grande vilã. Ela deixa os cabelos opacos e sem vida. Portanto, é importante lavar os cabelos com o cuidado de utilizar produtos com baixo pH.

Outra recomendação de Patrícia é não utilizar bonés, lenços, toucas ou chapéus. O uso destes itens pode impedir a ventilação do couro cabeludo, causando ainda mais oleosidade e a proliferação dos fungos.

Receita natural

Para as pessoas que sentem o aumento de oleosidade no couro cabeludo durante as estações mais frias, Patrícia dá uma receita simples e que pode ser feita em casa:

“Pegue uma touceira de hortelã, centrifugue com ½ copo de água filtrada e coe muito bem. Após a lavagem dos cabelos, aplique 20 gotas no couro cabeludo e massageie, sem enxaguar. A solução pode ser conservada em geladeira.”

 No mais, existem mil fatores que também podem desencadear a queda dos fios. É importante avaliar se a fase não é tensa ou se fez uso de alguma química mais agressiva. As recomendações anteriores são para diminuir a queda dos fios vistos e espalhados pela casa toda.  Por tanto, até certo ponto isto é normal e pode ser amenizada com pequenos cuidados.

 

 


Publicado por: Divina Proporção
versão para impressão    Envie esta matéria para amigos!

Publicidade
 
© 2015 Divina Proporção, Todos os Direitos Reservados | webmaster
desenvolvido por: Siglobal