|    home
  Bem-vindo!

Busca artigos por palavra chave




11/10/2011
 

Design

 

Nas asas do verde

 

Pequenas ações podem mudar o destino do planeta. Pessoas e empresas preocupadas com o meio ambiente intensificam seus programas de sustentabilidade. Saiba como, e colabore você também. 

 

Imagem: Divulgação

Piso feito com material reciclado da Revitech  

 

Tomar banho menos demorado, apagar a luz ao sair do quarto, aderir à coleta seletiva de lixo e de óleo, e plantar árvores são atitudes ambientalmente corretas que qualquer um pode fazer no dia-a-dia. Só as árvores, por meio da fotossíntese, neutralizam as emissões de dióxido de carbono (CO2) decorrentes de ações como andar de carro, pegar ônibus, viajar de avião, utilizar gás de cozinha e energia elétrica. Por ano, a cidade de São Paulo despeja na atmosfera 15 milhões de toneladas de CO2, um dos principais vilões do efeito estufa e do conseqüente aumento da temperatura no planeta. De uma forma ou de outra, todos os que moram, trabalham ou estão de passagem pela cidade contribuem para o caos.

Entretanto, algumas pessoas, ONGs e empresas, digamos, conscientes do problema estão na contramão desta história e tentam salvar o que resta do planeta. Um bom exemplo vem do artesão Maurício Mota que experimentou muitos tipos de madeira e com o tempo descobriu que os galhos caídos das árvores e a reciclagem de diversos materiais resultavam em ótimos efeitos de marchetaria nas peças que executa.  Segundo afirma, cada ação tem uma reação. Ele sentiu necessidade de aproveitar o que a natureza dispensa. Por isso, trabalha apenas com pequenos objetos: caixas, porta-jóias e tabuleiros de xadrez. Prefere não executar móveis para não concorrer com lojistas. E, dessa forma, fica de bem com a vida e a natureza agradece.

Como sustentabilidade é um assunto cada vez mais em alta em qualquer lugar, muitas empresas passaram a investir em ações sociais e fazem dessa prática uma forma de gestão. É o caso da Revitech Pisos, que apresenta a  nova linha, Madeiras Brasileiras. Ela é intimamente ligada ao uso significativo de materiais recicláveis na produção do piso: a coleção utiliza 70% de PVC reciclado pós-consumo em sua fabricação.  \\\"Procuramos sempre trazer o que há de mais moderno na tecnologia do PVC. Recriamos madeiras brasileiras ameaçadas de extinção e ou proibidas para comercialização, sob controle e certificação, para de uma maneira ecologicamente correta oferecer novamente ao mercado estes acabamentos tão desejados\\\", revela Richard Zatz, CEO da empresa.

 

Além da questão sustentável, a linha é extremamente funcional: o piso vinílico é moderno e tem excelente absorção acústica de impacto, fácil instalação e baixa manutenção. Indicado para locais de tráfego intenso, o piso é considerado extremamente prático por se adaptar aos mais variados ambientes resistindo a riscos e manchas. A nova coleção apresenta pisos com texturas de Jacarandá da Bahia, Louro Faia, Sucupira, Ipê Amarelo, Cabreúva, Jatobá e Cumaru, árvores nacionais que resgatam a identidade do país, a grandeza territorial, bem como a beleza natural.

 

Com uma nova atitude sócio-ambiental, a Eliane lançou no mercado o Ecostone. O porcelanato brasileiro, além de ecologicamente correto, pode ser aplicado em qualquer ambiente da casa. Este produto tem atestado ecológico conferido pela certificadora alemã BRTüV que auditou todo o processo de fabricação. Feito com até 60% de massa reaproveitada, reutiliza 90% de água e economiza até 50% de energia no processo de moagem.

 

Outras atitudes

 

Preocupada com o meio ambiente e, principalmente, com o bem-estar geral da população, a Drogaria São Paulo passou a comercializar sacolas permanentes. Trata-se de unidades de algodão, que duram mais tempo e substituem as sacolas plásticas, que são responsáveis por grande parte da poluição das cidades e altamente prejudiciais à natureza.

 

Apesar de descartáveis, os sacos plásticos demoram mais de 100 anos para se degradarem, o que gera lixo e poluição. Eles são também uma das principais causas do entupimento da rede de esgoto, e contribuem para inundações e retenção de sujeira.

 

A iniciativa da empresa visa abolir o uso de sacos plásticos e conscientizar os milhares de consumidores quanto à responsabilidade de preservar o meio ambiente. Com esta ação, a Drogaria São Paulo soma mais uma iniciativa sócio-ambiental, além da utilização de coleta seletiva e a campanha de reciclagem de pilhas e baterias.

 

Público Interno

 

A APC da Schneider Electric também ampliou seu programa de reciclagem, só que para o público interno. A ação faz parte das políticas de Empresa Eficiente adotada pela organização. O programa oferece aos funcionários um meio de descarte correto para eletrônicos, eletrodomésticos e baterias chumbo-ácido em desuso. Uma vez entregues para coleta, os materiais são enviados para centros de reciclagem.

 

Por meio do processo de reciclagem, pontos importantes podem ser levantados para colaborar com o meio ambiente e melhorar a qualidade de vida. Ao destinar corretamente os resíduos evita-se a contaminação do solo e da água, e diminui-se a quantidade de material enviado para aterros. Em grandes cidades, como São Paulo, a capacidade dos aterros já está praticamente esgotada e os resíduos precisam ser enviados a cidades vizinhas. Uma vez que o material é reciclado, diminui-se a necessidade de extrair mais matérias-primas da natureza e, assim, economiza-se a energia utilizada no processo de transformação.

 

A vantagem do programa é que agora já se pode ajudar a diminuir o impacto no meio ambiente do descarte de equipamentos eletrônicos, que eram normalmente dispensados em lixos comuns. Além disso, uma vez que separados e reciclados os componentes plásticos e químicos voltam para a linha de produção da APC e assim economiza-se matéria-prima.

 

Com essa atitude, a empresa espera não só aumentar a quantidade de materiais descartados corretamente, como também conscientizar o público interno a respeito do compromisso com o meio ambiente.

 


Publicado por: Divina Proporção
versão para impressão    Envie esta matéria para amigos!

Publicidade
 
© 2015 Divina Proporção, Todos os Direitos Reservados | webmaster
desenvolvido por: Siglobal