|    home
  Bem-vindo!

Busca artigos por palavra chave




03/01/2012
 

Beleza

 

Cabelos lindos no verão

 

Alguns cuidados são básicos para manter as madeixas em dia nesta estação. Veja as dicas dadas por cabeleireiros, farmacêuticos e dermatologistas.

 

Cabelo em 3D assinado por Ernane Victor

Imagem: Divulgação

 

O sol, o mar e a piscina são inevitáveis no verão. Mas o sol pode provocar alteração na haste pilosa desidratando e ressecando os fios. Além disso, o cloro, má lavagem, produtos inadequados e até dietas incorretas podem atrapalhar quem quer manter um lindo cabelo.

 

Assim como a pele, os fios envelhecem, oxidam e se deterioram. Por isso, precisam ser protegidos. O protetor solar, por exemplo, age de tal forma que os raios não conseguem atravessar os fios. Mas se a exposição ao sol for grande e não houver proteção capilar, será inevitável a ajuda de um bom profissional.

 

De acordo com o hair stylist, Ernane Victor, a beleza e a saúde do cabelo são garantidas com a utilização de hidratantes que tenham protetor solar. Mas se os fios já estão danificados pelo sol, o melhor a fazer é escolher hidratantes e condicionadores que sejam nutritivos e ricos em emolientes.

 

É recomendável o uso de chapéu ou boné, quando o cabelo estiver em exposição direta ao sol. “A proposta não é o uso contínuo desses itens. Eles devem ser usados para proteger o cabelo, o couro cabeludo e a pele. No salão, o indicado é fazer uma associação de tratamento intercalando hidratação, nutrição e finalmente reconstrução”, orienta.

 

Novo ano, nova cor

 

Para quem quer começar o ano de cara e cabelo novos aqui vão as dicas: “Procure fazer cabelos com mais de um tom. Estão em alta os trabalhos em 3D  que mesclam profundidade e luminosidade”, afirma Ernane Victor, consultor técnico empresarial, hair stylist e educador do Centro de Formação e Especialização D`Victor. Aliás, você já ouviu falar que colorir as madeixas, só mesmo no salão, não é? “A questão não é apenas aplicar a coloração escolhida, é preciso fazer um diagnóstico para saber se realmente a reação da cor vai dar o resultado desejado”, explica. “Por isso, nada melhor do que um bom profissional. Um colorista é ideal”.

 

E mais: é importante que esses produtos tenham antioxidantes como vitaminas E, C, semente de uva, macadâmia, óleo de Argan, luna die, manteiga de karité, extratos de cereais, açaí, guaraná. Eles devem ter proteínas como Keratina, Cisteína, Creatina, proteínas da seda e do trigo. Lembre-se não existem todos estes ativos em um único frasco.

 

Quanto ao xampu, a dica é: “Um produto de má qualidade que esteja fora das especificações ou que não seja indicado para cabelos coloridos pode destruir o trabalho”. Além disso, lavar muito os fios faz com que o desbotamento seja mais rápido. Segundo o consultor técnico, existem três níveis de coloração:

 

Nível 1- temporário age na superfície da cutícula capilar, são xampus e cremes colorantes. Nível 2- semi- permanente são os tonalizantes propriamente ditos. Formulados com macro pigmentos, necessitam de uma emulsão normalmente à base de peróxido de hidrogênio e resistem de 4 a 8 lavagens. Nível 3- permanentes são as colorações oxidativas, ou seja, só agem com peróxido de hidrogênio. Têm na formulação micro pigmentos para alcançar o córtex (parte interna dos fios). Este tipo de coloração é comumente usado para cobertura de brancos 100%, clareamentos, etc.

 

Existem também os corantes vegetais como a Henna e a camomila, além dos corantes metálicos. No mais, alguns truques de acordo com a cor da pele ajudam a acertar na tinta.  Para as morenas os tons são marrons, cobres, vermelhos, violetas, acajus e dourados. Loiras, os indicados são os tons frios como cinzas, beges, os dourados leves. Para as ruivas, as dicas são os marrons, cobres, beges, acajus e as negras devem abusar dos marrons quentes, cobres, vermelhos, violetas, acajus e dourados escuros.

 

Raios no couro cabeludo

 

Segundo o Dr. Maurício Mendonça, dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, os raios solares no couro cabeludo desnudo podem facilitar a formação de lesões pré-cancerosas chamadas queratoses actínicas, como também câncer de pele, que devem ser tratados adequadamente. “Uma das funções dos pelos e dos cabelos é justamente proteger a pele dos raios ultravioletas, resfriar o couro cabeludo e evitar o aquecimento da cabeça. A proteção com chapéus e bonés ajuda contra agressões físicas externas.

 

Além disso, há tecnologias cada vez mais novas e avançadas que tornam o tratamento dos fios mais prático e eficiente. Edilson Reis de Menezes sabe bem disso, ele é farmacêutico e sócio da Acqua Nature, empresa especializada em produtos capilares produzidos com plantas da flora nacional e alta tecnologia. “Nossa empresa fabrica protetores exclusivamente para cabelos, com proteção UV. Sem eles os fios são reconhecidamente danificados e inclusive desbotam, sejam tingidos ou não”, diz.

 


Publicado por: Divina Proporção
versão para impressão    Envie esta matéria para amigos!

Publicidade
 
© 2015 Divina Proporção, Todos os Direitos Reservados | webmaster
desenvolvido por: Siglobal