|    home
  Bem-vindo!

Busca artigos por palavra chave




01/12/2012
 

Design

Reciclagem de ideias

José Marton é artista visual e designer participou recentemente do Circuito Design Ok, evento que promove o design autoral no Brasil que chegou em sua a sua 4ª edição no dia 22 de novembro. Já a Da m ao quadrado© por Marton, que tem como missão democratizar o design por meio da criação de peças que possam ser reproduzidas  em série, e que ao mesmo tempo não eliminar a característica da possibilidade de customização, os lançamentos são o módulo,  divisórias facetas e a luminária Desdobramento, disponível em  versões com 3, 5 e 7 módulos.  A peça é produzida com melamina de bambu e melamina colorida de bambu. José Marton concedeu esta entrevista exclusiva ao Divina Proporção.Com.

Imagem: Divulgação

 

Divina Proporção.Com – Como é seu processo de criação?


José Marton – O processo de criação da m ao quadrado© por Marton tem foco na democratização do design, por meio da criação de peças que possam ser reproduzidas em série, e que ao mesmo tempo, não eliminem a característica da possibilidade de customização. Esse processo de criação está atrelado à parte industrial, a matéria-prima, aos quatro elementos da geometria e a sustentabilidade. É um processo totalmente diferente ao que uso em séries como Entrelinhas, Híbridos e toda a linha de produtos com o sistema de acrílico listrado, na qual eu tenho maior liberdade para lidar com cores e criar padronagens únicas para peças.  Esse material também me permite, no momento de criação, olhar para reciclagem do produto. Pois sobram as aparas, que busco aproveitar ao máximo, pois a matéria prima é muito nobre. Nesse caso, nós temos a linha RE-CICLOS, que torna possível o exercício de criar peças com sobras dematérias-primas, sem perder o valor estético, além da funcionalidade. Para mim, significa não só a reciclagem das aparas, mas também a reciclagem de ideias.

 

Divina Proporção.Com – Por que optou pela criação de móveis?

José Marton – Fui criado dentro de uma indústria de móveis desde infância e até hoje, o primeiro cheiro que vem a minha memória é o da madeira. Eu convivi o tempo todo com esse produto. Uma coisa que me fascina também é a iluminação. Então, tanto a coleção m ao quadrado© por Marton, quanto as Entrelinhas e Híbridos têm linhas de iluminação, que não são técnicas, mas de ambiente.

Divina Proporção.Com – Você tem facilidade de lidar com cor. Pode nos dar  dicas ara combiná-las?

José Marton – Sim. Além de facilidade de lidar com as cores, tenho facilidade em entender sua composição, ou seja, como elas podem conversar entre si através das tonalidades, criando uma harmonia. Entendendo que o ser humano é único e acredito que a variação de cores se constrói através da personalidade de  cada indivíduo. Por exemplo, existem jovens que gostam de cores cítricas, adultos gostam de cores mais sóbrias e assim por diante.

Divina Proporção.Com – Quais seus materiais favoritos e por quê?

José Marton – Madeira, pela possibilidade de tons, pela magia da textura e pela reverência a natureza. Também gosto muito de matérias-primas plásticas, por exemplo, o acrílico, como o polímero que possibilita a construção de infinitas cores e pela característica da translucidez.

Divina Proporção.Com – Qual a sua fase atual?


José Marton – Da forma como trabalho, não classifico como fase e sim como entendimento do produto ou projeto que estou fazendo.

Divina Proporção.Com – Por que participar da 4a. Edição do Circuito Design OK?

José Marton – Faz um ano que entrei para o grupo. Fui convidado desde o primeiro ano e entendo a importância e a união do grupo para futuros negócios e projeção como designer para aplicar o meu conhecimento em outras empresas.

Divina Proporção.Com – O que você espera da edição?

José Marton – Por ser a primeira vez que participo com a m ao quadrado© por Marton, espero ampliar e mostrar ao público o porquê da criação da marca que visa democratizar o design a ponto de torná-lo acessível ao consumidor brasileiro. Este compromisso que a empresa perpetua desde seu início, por meio da criação de peças que possam ser reproduzidas em série, e que ao mesmo tempo, não eliminem a característica da possibilidade de customização, mesmo sendo comercializadas em vários pontos de vendas da mesma cidade. Com as séries Entrelinhas e Híbridos, que se destacam pela padronagem exclusiva tornam-se peça única, cada uma e com a execução que foca no aproveitamento total da matéria-prima - e acabamento de primeira qualidade, é a terceira vez que participo desse circuito em parceria com a Allê Design. Este ano, também em parceria com a Allê Design lançamos duas linhas: A entre,tons feita em preto, cinza, branco e bege, que me permite a possibilidade de lidar com cores e supre uma demanda natural do mercado por produtos com cores neutras. Como essência, cada peça da coleção Híbridos reúne várias funções: móvel, mobiliário, objetos e iluminação. Já a linha Re-CICLOS, criada por meio da reciclagem completa das aparas que sobram na confecção de outras peças das Híbridos e Entrelinhas. A coleção é composta por relógios de paredes e penduradores e serão vendidas como presentes. Como de costume, o resultado de vendas e projeção para o mercado nacional é de suma importância.


Publicado por: Divina Proporção
versão para impressão    Envie esta matéria para amigos!

Publicidade
 
© 2015 Divina Proporção, Todos os Direitos Reservados | webmaster
desenvolvido por: Siglobal