|    home
  Bem-vindo!

Busca artigos por palavra chave




23/07/2013
 

Comportamento

 

O conflito pode ser positivo

 

Presidente da Sociedade CreSer Treinamentos, Eduardo Shinyashiki é especializado no desenvolvimento das competências da Liderança com grande experiência na preparação do mercado executivo brasileiro e internacional desde 1983. Tem uma trajetória acadêmica dedicada ao estudo e à pesquisa dos aspectos emocionais, mentais e físicos do ser humano e seu trabalho tem por objetivo desenvolver o Poder Pessoal. Ao longo de sua carreira, participou de vários programas de especialização em Desenvolvimento Humano, tanto no Brasil como nos Estados Unidos, México e Índia, além de países na Europa e América do Sul, o que lhe rendeu domínio quando o assunto é Preparação Psicológica de Equipes de Alto Rendimento. Além de um dos maiores conferencistas do Brasil e do exterior, é também escritor de livros com grande aceitação de público. Seu mais recente título é o “Transforme Seus Sonhos em Vida”, best-seller com destaque na lista dos mais vendidos de importantes publicações do país. Ele concedeu esta entrevista exclusiva ao Divina Proporção.Com.

Divina Proporção.Com –  O senhor escreveu um artigo só sobre conflito. O que ele é na verdade?

Eduardo Shinyashiki –  A palavra, do latim confligere, significa “bater junto”, “estar em desavença”, “golpear”, “atacar”, que evoca, obviamente, o conceito negativo de guerra, luta, disputa, agressividade, confronto e violência. Mas de um ponto de vista diferente, o conflito é a outra face da paz e ele nos exige aprender a mantê-la, não só quando tudo vai bem e está em harmonia.

Divina Proporção.Com –  Por que ele é importante nas relações pessoais e profissionais?

Eduardo Shinyashiki –  As relações interpessoais pedem cada vez mais a capacidade do ser humano de saber aceitar e gerir tudo aquilo que é diferente de nós: sejam pessoas, culturas, valores, opiniões e objetivos. O mundo moderno pede que o ser humano seja mais flexível e aberto à diversidade, ao diferente. O conflito é uma forma de nos enriquecer, pois abrimos a mente para o que ainda não conhecemos. Nós nos libertamos da limitação da mente.

Divina Proporção.Com –  O conflito é desafiador para um líder?

Eduardo Shinyashiki –  Sim, pois a sociedade está acostumada a ver o conflito apenas pelo lado ruim. O líder visualiza e incentiva o lado bom do conflito e sabe que a divergência de ideias pode enriquecer um grupo e trazer um ambiente inovador para a empresa, afetando positivamente os resultados.

Divina Proporção.Com –  Como superá-lo ou tirar proveito dele?

Eduardo Shinyashiki –  Devemos saber ouvir e expressar nossas opiniões e ideias sem a imposição do que pensamos. Se as ideias são colocadas em discussão expondo outras formas de ver, ser e agir e se tudo isso é feito de um jeito construtivo, sem nos deixar envolver pela raiva, egoísmo e julgamento, podemos tirar proveito do conflito.

Divina Proporção.Com –  Peças de teatro, filmes e novelas sempre trabalham um conflito. Na sua opinião, os autores brasileiros resolvem bem o conflito nas novelas?

Eduardo Shinyashiki –  Não, pois o conflito é mostrado de forma exagerada e escandalosa. A sociedade do espetáculo traz os conflitos de forma que a sociedade pense que esse elemento só traz malefícios. O sucesso de um relacionamento pessoal ou profissional não depende da ausência de confrontos, mas da capacidade e competência comunicativa e interpessoal de solucionar a situação.

 


Publicado por: Divina Proporção
versão para impressão    Envie esta matéria para amigos!

Publicidade
 
© 2015 Divina Proporção, Todos os Direitos Reservados | webmaster
desenvolvido por: Siglobal