|    home
  Bem-vindo!

Busca artigos por palavra chave




09/08/2013
 

Design

 

Estrelas no banho

 

As cubas são consideradas, por especialistas em design e decoração, um importante componente para os projetos de lavabos e banheiros. As peças são funcionais e atuam como elementos chaves para a composição dos ambientes, estimulando lançamentos sazonais. Maristela Broilo, arquiteta da loja especializada em acabamentos, Bel Lar, fala com exclusividade ao Divina Proporção.Com sobre o assunto.

  

Imagem: Bel Lar

 

Divina Proporção.Com – Com tantas opções de cubas no mercado, como fazer uma escolha correta?

Maristela Broilo – Primeiro é preciso escolher o modelo da cuba. Hoje temos cubas de apoio, que ficam total ou parcialmente sobre a bancada. Cubas de sobrepor que têm apenas uma borda de apoio para fora da bancada. Cubas de semi-encaixe que ficam encaixadas parcialmente e parte dela sobra para frente da bancada.  Cubas de embutir, tradicionais, porém hoje com novos formatos. Cubas esculpidas, moldadas no mesmo material da bancada (mármores, porcelanatos, quartzos). Cada uma tem sua indicação correta. As de semi-encaixe, por exemplo, são indicadas para banheiros estreitos por permitirem bancadas de apenas 30 cm de largura. As esculpidas podem ser desenhadas a gosto do cliente e ter forma diferenciada além de tamanho ideal e para cada ambiente, ficando personalizadas. Uma novidade são os novos modelos de colunas, super modernas e elegantes e que cabem em pequenos espaços. É importante escolher pensando no tamanho e na praticidade da peça em relação ao espaço e uso do ambiente.

Divina Proporção.Com – Por que são elementos-chave dentro de um projeto?

Maristela Broilo – Hoje temos cubas de formatos, cores e materiais que se destacam no projeto, criando efeitos sofisticados, clássicos, modernos, rústicos, de acordo com o ambiente e os complementos utilizados. Em geral, as pessoas colocam a bancada em posição de destaque nos banheiros. Por isso, além da funcionalidade, devemos nos preocupar com o efeito estético das cubas.

Divina Proporção.Com – Quais as restrições existentes de cores e materiais. Por quê?

Maristela Broilo – De acordo com a utilização, alguns materiais são mais frágeis e de manutenção mais difícil. Cubas de vidro têm seu uso restrito por exigirem manutenção mais assídua. As de madeira ou mármores porosos são de limpeza mais difícil e também têm que ser usadas em ambientes de menor frequência. Estas cubas são perfeitas para lavabos de pouco uso. Já as cubas escuras mostram mais as marcas de pasta de dentes e outros produtos. Portanto, para banheiros de uso frequente, as cubas de louças brancas ou esculpidas em materiais pouco porosos são as mais indicadas.

Divina Proporção.Com – Essas peças passam por inovações ou o mercado está sofrendo transformação?

Maristela Broilo – As inovações são constantes. Surgem produtos, cores e modelos novos com frequência é até difícil de acompanhar o mercado. Impulsionados por um mercado onde os banheiros estão cada vez mais sofisticados. Na Revestir 2013 (feira nacional de produtos de acabamento realizada em São Paulo no mês de março) foram feitos vários lançamentos. A Deca, grande fabricante nacional, lançou sozinha 15 novos modelos com design super diferenciado.

Divina Proporção.Com – O que deve ser considerado ao  pensarna escolha de uma cuba?

Maristela Broilo –  Qual o estilo de cuba vai combinar com o espaço, qual o modelo mais indicado para as dimensões do ambiente, qual a mais prática conforme a frequência de uso, qual vai criar o impacto desejado.

 

 

 

 

 

 


Publicado por: Divina Proporção
versão para impressão    Envie esta matéria para amigos!

Publicidade
 
© 2015 Divina Proporção, Todos os Direitos Reservados | webmaster
desenvolvido por: Siglobal